segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Uma muralha...uma fortaleza...

Adivinhar porque eu estava lá,
adivinhar porque eu estou aqui,
Acreditar que tudo pode mudar,
acreditar que tudo pode melhorar...


Então pergunta-se porque as pessoas estão assim...
Questiona-se o porque da frieza,
Então recomenda-se que sempre por gentileza
Tenha-se certeza que não fará de quem amas uma Fortaleza...

Eleva-se o sentimento,
Deixa-se o orgulho,
Mergulhe nas profundezas:
Mas sem deixar ninguém na tristeza...
Vanessa I. Klassen - 16/08/2010.

3 comentários:

Pati Geiger disse...

mtooo profundo!!!

A.R. Zugno disse...

sem palavras...

Vanessa Klassen disse...

agora, lendo e reeelendo o poema, tbm afirmo: PROFUNDO! Obrigada pelos comentáios queridos